11 91485-1246

NO AR

Flash Night

radiomidia.com.br

BLOG MÍDIA

Você já ouviu falar em Clube de leitura e Clube do livro?

ARTE LITERÁRIA EM PAUTA

Publicada em 26/04/2024 às 19:12h - 126 visualizações

por Aline Beckmann


Compartilhe
 

Link da Notícia:

Sim! Você com certeza já ouviu falar em “Clube de leitura e Clube do livro”! De acordo com Laurence Hallewel (2017), no Brasil o primeiro clube de leitura começou em 1941, criado por Mario de Andrade, Cândido Portinari e Aníbal Machado, que inicialmente destinava-se à prática social da poesia. Os clubes de leitura são basicamente espaços de encontro para discussão sobre um livro que geralmente todos os envolvidos leram, proporcionando um momento propício à prática de troca de opiniões e ao exercício da liberdade de expressão.

Inicialmente os amantes da leitura, reuniam-se presencialmente para as discussões. O primeiro Clube do Livro no Brasil, foi em 1943 e funcionou até 1989, criado por Mário Graciotti. Em 1973, a editora alemã Bertelsmann juntou-se à Editora Abril e fundaram o Círculo do Livro, pioneiro brasileiro na prática de envio de livros inéditos aos associados e leitores. Desta forma, nasceram os clubes que tinham por objetivo a venda de livros, a disseminação do consumo literário e paralelamente a estes, há os clubes de leitura, que visam a escolha de uma obra específica para ser lida por todos os associados e posteriormente discutida.

Ambos os tipos de clubes, buscam motivar as pessoas a lerem mais, a consumirem mais livros e fazerem da leitura um hábito. Nos últimos anos acompanhamos a crise editorial no Brasil, com inúmeras notícias envolvendo fechamento de editoras, livrarias e pouca procura por bibliotecas, houve uma queda considerável na produção e na procura por livros impressos. 

Atualmente, apesar da crise ainda existente no mercado editorial e literário, a luta pela manutenção e ascensão literária é constante, contínua e persistente. Os clubes de leitura e do livro ressurgiram com força e renovados, buscaram através da fusão dos ideais, retomarem tanto o incentivo a aquisição do livro quanto ao diálogo possível entre os leitores, antes, durante e após as leituras.

De acordo com a matéria publicada na Revista Veja, a nova roupagem dos clubes literários, começou em 2014 com o “Clube Leiturinha” para o público infantil e “TAG Literária” para o público adulto, com obras indicadas a partir de alguma curadoria e obras inéditas no Brasil. Além dos livros produzidos especialmente aos associados, são enviados mimos relacionados à leitura e textos de apoio para contextualizar e complementar a história, conhecer melhor a época e entender a autoria. Há um aplicativo que dispõe de outros recursos ampliando a experiência literária e possibilitando o diálogo com pessoas de diferentes lugares do mundo e até mesmo agendas de encontros presenciais ou virtuais para o diálogo e discussão sobre a obra recebida e lida.

Atualmente, tem surgido no setor literário novas editoras, novos clubes literários e diversos eventos voltados aos livros e à leitura. As produções editoriais têm investido tanto em edições mais simples com brochuras e papéis inferiores para repassarem ao público com um valor mais acessível até as produções mais luxuosas, com capas duras, comentadas, com capítulos extras, ensaios e ilustrações. Entre os clubes, há aqueles criados por pessoas famosas, os clubes virtuais e os clubes por assinatura, entre eles podemos citar: Clube de Leitura Devoradores de livros (CLDL); Café Literário; Clube de Leitura Leia Mulheres; Clube de Literatura Clássica, e até os clubes das próprias editoras.

Com o desenvolvimento do mundo digital e da criação das diferentes plataformas virtuais, surgiram os influencers literários, que apresentam e falam de livros, fazem resenhas e promovem encontros virtuais gratuitos ou com pequenas taxas para quem quiser fazer parte como membro do clube nos diferentes canais, alguns promovem leituras coletivas e conversas através de lives iniciais, sem spoilers; intermediárias com 50% do livro lido e finais, sem restrição de spoilers e com liberdade para opinar e discutir sobre a obra, o autor e outras temáticas pertinentes.

Outra modernidade literária, além dos aplicativos são as Redes Sociais para leitores, destinadas às indicações literárias, comentários, resenhas, classificações, registros das leituras diárias e até mesmo troca de livros, sorteios e desafios. Um exemplo, é o aplicativo e plataforma “Skoob”, que funciona como um assistente literário, disponibilizando diversas ferramentas na qual é possível criar uma estante virtual, separando as obras entre os livros lidos, os livros que gostaria de ler, as leituras abandonadas e ainda os livros desejados; além de ser possível conversar sobre livros com pessoas conectadas em diferentes lugares do Brasil e ter à disposição todas as funcionalidades já citadas no início deste parágrafo.

Afinal, o leitor ativo, crítico, inspirado e renovado, possui a expectativa e a vontade de conversar, compartilhar e trocar experiências sobre a leitura e a autoria da obra lida. Os clubes presenciais ou virtuais, possibilitam esta experiência e dá um conforto aos anseios leitores.

Deixe nos comentários uma sugestão de Clube Literário para que possamos ampliar nossas Redes de diálogos literários. Contamos com a sua sugestão.

_____________________________________

Fontes:

Círculo do Livro: Os Rastros de Memória do Maior Clube de Assinatura de Livros Brasileiro no Séc. XX. Susana Azevedo Reis, Universidade Federal de Juiz de Fora, Christina Ferraz Musse. 2021.

https://veja.abril.com.br/cultura/a-volta-dos-clubes-de-assinatura-de-livros

https://www.tomoliterario.com/2019/02/clubes-de-leitura.html

https://guiadoestudante.abril.com.br/estudo/10-clubes-de-livros-para-participar-sem-sair-de-casa




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

9 comentários


ALINE BECKMANN

23/05/2024 - 22:24:49

Grata pelos comentários! Bora entrar em algum Clube e conversar sobre leitura!


Aline

18/05/2024 - 20:25:12

Ótima matéria. Muito bom saber sobre o primeiro Clube e o quanto ele durou!!Um dos clubes que participo é o Leia Mulheres Petrópolis, que esse ano já completa 8 anos de vida. Quantas autoras incríveis tenho lido!!!! Quem quiser participar, está super convidado, tem o perfil no Instagram com o mesmo nome do Clube


Carlos Eduardo Domingues

05/05/2024 - 14:26:00

Muito legal saber que clubes literários ainda ecoam nos dias de hoje e podem ajudar a moldar as gerações futuras.


Marisa

02/05/2024 - 06:18:58

Que interessante! Adorei!


Daisy

01/05/2024 - 18:39:42

Adoro clube de livros, sou colecionadora hahahaha


Lú Furlan

01/05/2024 - 11:34:51

Que bacana!!! Não sabia do primeiro Clube do Livro Brasileiro.


Rudney

01/05/2024 - 10:23:26

Excelente!


Roberta

01/05/2024 - 08:18:33

Muito bom!!! 👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻


Elaine

30/04/2024 - 22:25:33

Perfeito


Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:


Enquete
Pra você, qual seria a melhor solução pra desafogar o trânsito em Atibaia:

 Construção de novas saídas para os bairros
 Mais semáforos e lombadas nas principais vias
 Rodízio de placas para veículos em horários de picos







PARTICIPE PELO WHATSAPP

11 91485-1246

Copyright (c) 2024 - Radio Midia - Seu novo jeito de ouvir rádio!
Converse conosco pelo Whatsapp!